Um princípio de incêndio no Instituto de Educação de Minas Gerais (IEMG) mobilizava o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CBMMG), na manhã desta quarta-feira (22), na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

A escola é uma das mais tradicionais da cidade, fundada em 1906. Ela tem cerca de 2 mil estudantes do ensino fundamental e médio e aproximadamente 270 funcionários.

Segundo o Capitão Fabrício Dalfior, as vítimas, entre alunos e funcionários, foram para o Hospital João XXIII. As pessoas não sofreram nenhuma queimadura, houve apenas mal-estar após inalação de fumaça.

De acordo com a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) , 36 adolescentes, na faixa etária de 16 anos, passaram pela triagem do Hospital João XXIII. Todos estão estáveis, sem casos graves.

Ainda de acordo com o representante do CBMMG no local, muitas pessoas estão sendo atendidas em estado de choque. Professores disseram que não ouviram alarme de incêndio.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local com quatro ambulâncias atendendo alunos e funcionários.

Segundo informações preliminares, o fogo teria começado por volta de 9h45 dentro de uma sala de aula da escola, no primeiro piso.

O local foi totalmente evacuado por volta de 10h10. Oito viaturas do Corpo de Bombeiros foram para a escola, 25 militares combateram as chamas e 8 mil litros de água foram utilizados.

Por volta de 11h50, o Capitão Fabrício – Comandante da Operação, informou que as chamas foram debeladas e incêndio já está na fase de rescaldo.

Ainda não há informações de quantas pessoas estavam na escola. Segundo os bombeiros, seis crianças foram retiradas do local junto com os demais.

Algumas vítimas foram a pé, por conta própria até a unidade hospitalar que fica a poucos metros de distância da escola.

A Defesa Civil de Belo Horizonte disse que está aguardando a liberação e resfriamento da área afetada para realizar vistoria de risco.

Sind-UTE/MG marcou presença no Instituto de Educação para organizar com o colegiado do IEMG alguns encaminhamentos de momento diante da situação no local após o incêndio que mobilizou a força-tarefa do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CBMMG), na manhã desta quarta-feira (22), na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Felizmente, não há vítimas fatais e nem registro de nenhuma em estado de maior gravidade.


Avatar

administrator