Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

O MDB do Rio de Janeiro aprovou nesta quarta-feira apoio a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O partido tem a candidatura de Simone Tebet (MDB) à Presidência.

Ex-ministro de Michel Temer e Dilma Rousseff, o ex-governador do Rio Moreira Franco foi um dos que votou a favor do apoio a Lula, na convenção estadual da legenda, realizada nesta quinta-feira (4).Franco confirmou à reportagem que votou a favor de Lula pelas “razões expressas pelo MDB”.

Em texto aprovado pelo partido, a legenda diz que “o Brasil está vivendo um dos momentos mais difíceis de sua história” e que “a gravidade especial do momento, não qualquer desmerecimento à candidatura posta pelo MDB, nos impõe já no primeiro turno das eleições apoiar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o mais qualificado entre todos para governar”.

O MDB também aprovou apoio a Claudio Castro (PL) para o governo do Rio. Seu vice é o ex-prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis, que é do MDB. O vice-líder do governo do presidente Jair Bolsonaro, deputado Otoni de Paula, também é do MDB. Próximo e aliado ao Planalto, o parlamentar foi contra o apoio aprovado pela legenda e disse que irá deixar claro que a posição de apoio a Lula é de seu partido, e não dele.

Washington Reis e os irmãos, também políticos, e Otoni de Paula foram procurados e reagiram. O deputado afirmou que se sentiu traído e que o apoio a Lula “o apavora”. “Cheguei a votar favoravelmente à candidatura própria, para não inclinar para Lula. Agora a direção apronta essa molecagem? Recebo com uma bolada nas costas. Infelizmente, não fui comunicado ou consultado, talvez por já saberem, desde o início, qual seria a minha posição”, afirmou.

Já a família de Washington Reis reagiu. “A decisão do MDB no Rio de Janeiro em apoiar o ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva não representa o pensamento do candidato a vice- governador do Rio, Washington Reis, do deputado federal Gutemberg Reis, do deputado estadual Rosenverg Reis, do vereador Junior Reis e do prefeito de Duque de Caxias, Wilson Reis. Essa foi uma decisão do presidente do MDB no Rio, Leonardo Picciani. E não representa a corrente de pensamento da família Reis, que declara apoio ao presidente Jair Bolsonaro.”


Paola Tito

editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.