Minas Gerais foi o estado que registrou a maior taxa de positividade de testes para a Covid-19 no mês de agosto, segundo dois relatórios independentes divulgados na quarta-feira (30).

Um dos levantamentos é da Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed), que representa laboratórios e clínicas privadas. O outro é do Instituto Todos pela Saúde (ITpS).

A taxa de testes positivos para Covid-19 aumentou no Brasil nas primeiras semanas de agosto. A alta em ambos os levantamentos é da ordem de 7 pontos percentuais, o que representa o dobro de pessoas que testaram positivo para o vírus Sars-Cov-2.

Brasil tem alta da Covid em onda que deve durar até 6 semanas; veja risco de nova variante e como se proteger.

Estados com maiores índices

Minas Gerais (21,4%)
Goiás (20,4%)
Distrito Federal (19,5%)
Paraná (15,7%)
São Paulo (14,1%)
Mato Grosso (13,6%).
Os dados são do ITpS.

Na semana em que foi registrada alta de Covid no Brasil, a Anvisa liberou o início da penúltima fase dos testes da SpiN-Tec, a primeira vacina 100% brasileira contra a doença desenvolvida pelo Centro de Tecnologia de Vacinas da UFMG. A liberação foi publicada nesta quarta-feira (30), no Diário Oficial da União (DOM).

Os testes clínicos, ou seja, em humanos, são organizados em três fases. (Leia mais abaixo). A expectativa é de que a vacina chegue aos braços da população em 2025, mas, para o andamento da pesquisa, é necessária a participação de voluntários.

Como funcionam os testes?

Os testes clínicos, ou seja, em humanos, são organizados em três fases:

Na primeira, o centro recebeu 1.759 pessoas dispostas a participar dos testes clínicos. Desse total, foram 178 elegíveis. Nenhum efeito efeito grave foi registrado.

Na segunda – e penúltima fase – será feita uma triagem para selecionar 360 voluntários. Se a pessoa atender a todos os quesitos, ela será convidada a receber a SpiN-TEC.

Assim que o imunizante for aplicado, ela ficará de observação por até 1h. Depois, já estará liberada para ir pra casa.
Ao longo de um ano, será feito um monitoramento.

Além disso, os voluntários deverão fazer sete visitas programadas ao centro de pesquisa (UPqVac), da Faculdade de Medicina da UFMG, onde a dose será aplicada.

Na fase 3, serão cerca de 4 mil voluntários.

Como ser voluntário?

Os participantes precisam atender aos seguintes requisitos:

Ter entre 18 e 85 anos;
Ter recebido as doses iniciais de CoronaVac ou AstraZeneca; e o reforço com Pfizer ou AstraZeneca antes de março;
não ter contraído Covid-19 ou contraído a doença no máximo há, pelo menos, seis meses;
ter disponibilidade para participar de acompanhamentos presenciais em Belo Horizonte
Ter tomado uma dose de Pfizer entre outubro de 2021 e maio de 2022;

Quem tem doenças crônicas, como hipertensão e diabetes, podem se inscrever. Porém, passará por uma avaliação médica para saber se pode ou não participar dos testes clínicos.

Para se inscrever chame no WhatsApp pelo número (31) 99972-0292.


Avatar

administrator

1 Comentário

  • Avatar

    Tulio, setembro 2, 2023 22:50 @ 22:50

    O que esperar, Minas tem um governo fascista, mentiroso e enganador, mas 70% dos idiotas votaram no traste enganador que no governo está, e tem um renca de abutres do lado dele, o pov merece se f…. !!!!

Os comentários estão fechados.