Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

Por Geraldo Elísio (Repórter)

O imbecil deputado Eduardo Bolsonaro a dar declaração que deprecia mulheres no caso do metrô de SP, tendo virado alvo de críticas, voltou a dar mostras do grau atual da civilização brasileira, segundo profissionais de área de engenharia para as quais “por essas e outras o aborto e determinadas circunstâncias se justifica”.

O parlamentar (?) associou o acidente na obra da Linha 6 do Metrô de São Paulo ao trabalho de funcionárias da empresa responsável pelo empreendimento, a Acciona. Não é a primeira vez que o idiota faz publicações machistas, sendo alvo de nota de repúdio da Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados.

Especialista em fake news, “Bananinha”, para diversas mulheres da área da engenharia, “é um erro genético a envergonhar o Brasil”.

Ele usou um tom irônico no vídeo compartilhado onde mesclam imagens institucionais da Acciona, empresa responsável pela construção, a apresentar falhas. Inserções foram colocadas entre as opiniões de mulheres de diferentes cargos e funções na empresa, que valorizam os benefícios do empreendimento.

Parece que o objetivo era atingir o governador paulista João Dória, porém prevaleceu o espírito machista tendo ele levado esta invertida. Tal pai, tal filho, antes o presidente Jair Bolsonaro (PL) também já havia feito piada com a tragédia, ao comparar o episódio com a transposição do Rio São Francisco.

Ele disse ocorrer a “transposição do Tietê”. O comentário ocorreu durante conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, sendo também uma crítica a Doria, adversário dele na disputa pelo Planalto.

A todas as pessoas citadas nesta matéria automaticamente é garantido o direito da resposta no espaço tamanho e corpo.