Treze mandados de prisão e busca e apreensão estão sendo cumpridos nesta quarta-feira (13) durante uma operação da Polícia Federal que busca desarticular um grupo suspeito de tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. A investigação é feita pela PF na Paraíba, e os mandados são cumpridos nos estados do Acre, Piauí e Minas Gerais.

Segundo a PF, estão sendo cumpridos nove mandados de busca e apreensão e quatro de prisão preventiva, além do sequestro e indisponibilidade de bens dos investigados. Os quatro mandados de prisão preventiva e sete dos de busca e apreensão são nas cidades de Rio Branco e Epitaciolândia, no Acre. Um mandado de busca e apreensão acontece em Contagem (MG) e outro em Elesbão Veloso (PI).

A operação é um aprofundamento das investigações iniciadas na Operação Bayerische, deflagrada em dezembro de 2022, que identificou o grupo responsável pelo abastecimento de drogas em João Pessoa e Guarabira, na Paraíba, além de Natal, no Rio Grande do Norte, e em municípios próximos. As ordens para o tráfico partia de dentro de presídios, segundo a PF. No decorrer da investigação, foi descoberto que o grupo criminoso lavava dinheiro adquirindo diversos imóveis de luxo, além de veículos.

Ainda conforme a PF, entre os alvos de prisão e busca e apreensão desta terça-feira, está um empresário acreano do ramo da construção civil. O nome dele não foi divulgado pela polícia.


Avatar