Aumentou para 127 o número de mortos na tragédia provocada pelas chuvas em Pernambuco. Nesta quinta (2), mais três corpos foram contabilizados e o Instituto de Medicina Legal acrescentou outros quatro óbitos na listagem. Ainda há uma mulher desaparecida e o número de desabrigados subiu para 9.302.

Em balanço divulgado às 12h10 desta quinta-feira, o governo informou que, na noite da quarta (1º), foi encontrado o corpo de uma vítima de deslizamento na Vila dos Milagres, no Recife.

Nesta quinta (2), mais duas vítimas foram achadas. Uma, na comunidade Bola de Ouro, no Curado 4, em Jaboatão dos Guararapes. E, por volta das 14h, o Corpo de Bombeiros encontrou a vítima desaparecida desde 29 de maio, em Paratibe, Paulista. O homem havia sido levado pela enxurrada.

O corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição, no bairro de Catolé, em Paulista, e foi levado ao Instituto de Medicina Legal (IML).

A última pessoa desaparecida é uma mulher vítima de deslizamento de barreira no bairro do Areeiro, Camaragibe. Cães farejadores atuam para tentar encontrar o corpo.

“Está sendo uma tortura porque a gente quer enterrar e se libertar dessa dor”, diz a dona de casa Marta Soares, irmã da desaparecida. Segundo a família, a desaparecida se chama Mercia Josefa do Nascimento.

As pessoas desabrigadas estão em 111 abrigos temporários, em 27 cidades, segundo o governo do estado. No total, 31 cidades decretaram situação de emergência e 51 tiveram algum tipo de prejuízo em consequência das chuvas.