Mais de 5 mil vagas de emprego devem ser criadas por supermercados e padarias de Minas até o fim deste ano. O setor prevê um crescimento de 8,5% nos próximos dois meses, puxado pela realização da Copa do Mundo e festas de Ano Novo.

O desafio, diz o presidente da Associação Mineira de Supermercados (Amis), Alexandre Poni, é preencher as vagas. “Precisamos encontrar esses trabalhadores. Hoje, nós temos dificuldade de contratação e já temos vagas abertas que não conseguimos preencher. Quem estiver precisando trabalhar pode buscar os supermercados que há vagas disponíveis”, destacou.

Segundo a Amis, em 2022 foram criadas 9,5 mil vagas em novos empreendimentos supermercadistas mineiros. O setor tem hoje 10,7 mil lojas no Estado, com um faturamento de R$ 63,4 bilhões. Ao todo, são 358 mil empregados.

Os dados foram apresentados pela associação que representa o setor durante o Congresso e Feira Supermercadista e da Panificação (Superminas), maior evento do varejo no Estado, que é realizada no Expominas, em Belo Horizonte, entre os dias 18 e 19 de outubro.


Avatar