A taxa de vacinação contra a poliomielite em Belo Horizonte ainda está abaixo de 95%, número considerado ideal pelo Ministério da Saúde. De acordo com a PBH, a cobertura vacinal contra a pólio está em 76%, o que corresponde a 104 mil crianças de 1 a 4 anos.

A campanha de vacinação foi prorrogada e termina na próxima segunda-feira (24).A Prefeitura diz que tem promovido a imunização em shoppings, parques e praças, inclusive nos fins de semana.

Além disso, as equipes de Atenção Primária dos Centros de Saúde também estão realizando a busca ativa das crianças que ainda não se vacinaram, além de monitorar o cartão de vacinação durante os atendimentos presenciais.

Outra ação é reforçar a necessidade da imunização por contato telefônico nos acompanhamentos de rotina”, declarou a PBH.

Em Minas Gerais, a situação é um pouco melhor, mas o número também está abaixo do ideal. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), a cobertura vacinal está em 79,61%.

Além de monitorar os dados semanalmente, também recomendamos estratégias de vacinação aos municípios, como a abertura das salas de vacina aos finais de semana, a extensão do horário de funcionamento das salas de vacinas e o funcionamento das salas durante o horário de almoço”, informou a Secretaria.

Ainda de acordo com a SES-MG, até o momento, não há previsão para nova prorrogação da campanha de vacinação contra a pólio.

Sobre a paralisia infantil

A poliomielite ou paralisia infantil é uma doença contagiosa aguda causada por um vírus que infecta crianças e adultos. A doença pode ocasionar imobilidade ou enfraquecimento de braços, pernas ou ambos, levando a graves sequelas.

A pólio foi erradicada no Brasil graças ao uso das vacinas, e o último caso diagnosticado no país ocorreu em 1989. A vacina oral contra a poliomielite é extremamente importante para evitar que a doença volte a afetar as crianças de 1 a 4 anos.

No Brasil tem sido observada queda progressiva da cobertura vacinal contra poliomielite nos últimos anos. Isso fez com que a Organização Panamericana de Saúde (Opas) classificasse o país como sendo de alto risco para reintrodução da poliomielite.


Avatar