Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

No mesmo dia em que anunciou a sua primeira suspeita de monkeypox, a chamada varíola dos macacos, em Uberlândia, no Triângulo, um segundo caso em investigação da doença foi divulgado nesta terça-feira (14) pelo Governo de Minas, desta vez em Ituiutaba, cidade da mesma região do Estado. Mais cedo, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) comunicou a apuração de uma morte, que pode ser o primeiro caso fatal da doença em todo o mundo.

Conforme a pasta, o primeiro caso foi notificado no sábado (11), em Uberlândia, enquanto o segundo só foi comunicado ao Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS-Minas) no domingo (12).

“São os dois primeiros casos em investigação pela doença no estado de Minas Gerais. Os casos não têm histórico de deslocamentos ou viagens para o exterior. Dentre os contatos próximos, ainda não há nenhum caso sintomático”, completa a SES-MG.

Os dois municípios do Triângulo foram orientados a coletar amostras que serão analisadas pela Fundação Ezequiel Dias (Funed). Os dados clínicos também passarão por análise pela equipe técnica da SES-MG e do Ministério da Saúde “para investigação e encerramento dos casos”.

“A SES-MG, SRS Uberlândia, SRS de Ituiutaba e as secretarias municipais estão investigando os casos, monitorando os contatos próximos e fazendo as recomendações necessárias. Demais dados quanto aos casos não serão divulgados para preservar a privacidade e individualidade dos pacientes, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGDP)”, completou a secretaria.

 


Avatar

editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.