O governador Romeu Zema (Novo) foi vaiado por um grupo de pessoas durante o painel do Congresso Mineiro de Municípios, promovido pela Associação Mineira de Municípios (AMM), no Expominas, em Belo Horizonte, na manhã desta quinta-feira (2).

O governador chegou a pedir a retirada de uma pessoa que se manifestava contra a sua fala. Outra parte dos congressistas aplaudiu Zema. O presidente da Associação Mineira dos Municípios (AMM), Julvan Lacerda (PSD), pediu respeito para garantir a fala do governador.

Zema também foi criticado pelo pré-candidato do PSDB, Marcus Pestana, que disse ter faltado diálogo do governo estadual com os prefeitos de Contagem, Marília Campos, e de Betim, Vittorio Medioli, sobre as definições do Rodoanel.

Pestana ainda repreendeu seu adversário Alexandre Kalil (PSD) pela falta de diálogo com a Câmara de BH para resolver, dentre outras demandas, a questão do transporte público quando foi prefeito da capital.

Pré-candidatos ao governo de Minas participam do 37º Congresso Mineiro de Municípios, promovido anualmente pela Associação Mineira de Municípios.