Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

A segunda parcela do 13° salário para aposentados e pensionistas começa ainda no mês de maio. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a pagar entre o próximo dia 25 e o dia 7 de junho.

No entanto, os segurados que ganham acima do piso nacional terão acesso ao pagamento a partir do dia 1° de junho.De acordo com informações do órgão, mais de 31 milhões de segurados já receberam a primeira parcela.

O cronograma de pagamento será baseado no Número de Identificação Social (NIS), começando pelo 1 até o final do NIS 0, para quem ganha até um salário mínimo. Aqueles que ganham acima de um salário, o pagamento será entre o dia 1° e 7 de junho.

A consulta pode ser feita tanto pelo aplicativo Meu INSS, disponível para celulares e tablets, quanto pelo site do gov.br/meuinss

Segurados que recebem o décimo por incapacidade temporária, antigo auxílio-doença, também têm direito a uma parcela do 13°, calculada de acordo com a duração do benefício. Já quem recebe benefícios assistenciais como Auxílio Brasil, não têm direito ao décimo terceiro salário.

O pagamento do 13° para aposentados e pensionistas do INSS é liberado tradicionalmente nos meses de agosto e novembro, todavia esta é a terceira vez consecutiva que o Governo Federal antecipa a liberação do benefício. Em 2020, o pagamento aconteceu entre os meses de abril e maio, em 2021, nos meses de maio e junho por conta da pandemia de covid-19.

A economista e advogada Patricia Reis Neves Bezerra, explicou que o adiantamento do décimo terceiro é utilizado por grande parte dos aposentados, principalmente para ajudar em momentos de crise financeira. Entretanto, a especialista alertou sobre os cuidados necessários na hora de consumir a segunda parcela.

“Com a antecipação das duas parcelas para abril e maio, aquele aposentado que não se planejar adequadamente, já ingressará em 2023 com mais dívidas do que quando entrou em 2022”, alerta.

Apesar de muitos utilizarem parte do décimo para pagamento de IPTU, IPVA, impostos cujos vencimentos ocorrem logo no início do ano, com a alteração do padrão de pagamento do 13°, muitas pessoas acabam usando o dinheiro de maneira impulsiva.

“É preciso cuidado com o aumento do poder de compra, realizando as famosas compras por impulso, o que acaba por gerar uma falha no planejamento financeiro”, ressalta a economista.

Confira o calendário de acordo com o  final do NIS

1 – 25 de abril 25 de maio

2 – 26 de abril 26 de maio

3 – 27 de abril 27 de maio

4 – 28 de abril 30 de maio

5 – 29 de abril 31 de maio

6 – 2 de maio 1° de junho

7 – 3 de maio 2 de junho

8 – 4 de maio 3 de junho

9 – 5 de maio 6 de junho

0 – 6 de maio 7 de junho


Avatar

editor