Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) promove a segunda etapa da Mostra Periférica de Música 2022. Nesta fase, os grupos e artistas locais, selecionados no mês de junho, irão apresentar os seus shows e performances de forma gratuita. As apresentações acontecem de 23 de julho a 27 de agosto, sempre aos sábados, a partir das 16h.

A cada semana, um centro cultural diferente será palco para os artistas. O primeiro espaço que recebeu as apresentações foi o Centro Cultural Urucuia, Região do Barreiro, no sábado, dia 23. Entre as atrações estão grupos de Pop, Rock, R&B e MBP. A programação completa está disponível no Portal Belo Horizonte.

A 2ª Mostra Periférica de Música é uma ação viabilizada pela Secretaria Municipal de Cultura e pela Fundação Municipal de Cultura, nos Centros Culturais Municipais, dentro do projeto Territórios Criativos 2022, e conta ainda com a parceria da Escola Livre de Artes Arena da Cultura.

A realização da Mostra Periférica de Música reforça a importância de políticas públicas voltadas para a formação artística e a descentralização das ações culturais na cidade.

“A Mostra Periférica de Música é uma das importantes ações que desenvolvemos para dar acesso e protagonismo aos grupos e artistas de Belo Horizonte. O projeto está alicerçado nas políticas culturais desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Cultura e pela Fundação Municipal de Cultura, em especial a descentralização. Buscamos, com o projeto, contribuir para que estes artistas possam desenvolver, potencializar e qualificar ainda mais suas carreiras e seus trabalhos”, afirma Luciana Féres, presidenta da Fundação Municipal de Cultura.

Os grupos e artistas que integram esta segunda edição da Mostra foram selecionados em junho de 2022 e passaram por oficinas on-line sobre temas ligados à formação técnica, direção artística, produção cultural, gestão de carreiras, elaboração de projetos, entre outros assuntos. Agora, se inicia a segunda fase do projeto, que tem como foco a realização de vivências musicais, tendo os Centros Culturais municipais como palco para que os artistas e grupos possam expor seus trabalhos com performances ao vivo, em vídeo ou áudio.

Todos os grupos e artistas terão à disposição estrutura de palco, som, luz e produção, bem como registro fotográfico e em vídeo das apresentações. Durante as vivências, das 14h às 16h, serão realizadas oficinas voltadas para os artistas participantes da Mostra e o público presente poderá participar e acompanhar as práticas.

A terceira fase será de produção de material audiovisual para os artistas e bandas que completarem a carga horária exigida na parte formativa. Serão sorteados 18 grupos ou artistas a serem contemplados com uma gravação profissional, em vídeo, de até três músicas. Posteriormente, esse material será entregue aos artistas e veiculado no canal do Youtube da Fundação Municipal de Cultura. Os grupos também serão contemplados com uma sessão de fotos para a composição de seus portfólios.

Bárbara Bof, Diretora de Promoção dos Direitos Culturais da Fundação Municipal de Cultura, ressalta. “Trata-se de uma iniciativa que parte dos Centros Culturais,em parceria com a Escola Livre de Artes Arena da Cultura, construída a partir da escuta e do diálogo com os territórios e que demonstra a importância do encontro, da formação e da articulação de artistas da música nas diferentes regionais de Belo Horizonte. Pelo segundo ano consecutivo, a mostra acontece com um número relevante de artistas e bandas que participam e fortalecem a atuação dos Centros Culturais, ao passo que ampliam seus horizontes no processo de qualificação profissional”, completa.

Apresentações da 2ª Mostra Periférica de Música

30 de julho – Centro Cultural São Geraldo (Rua Silva Alvarenga, 548, bairro São Geraldo).
6 de agosto – Centro Cultural Pampulha (Rua Expedicionário Paulo de Souza, 185, bairro Itatiaia).

13 de agosto – Centro Cultural Salgado Filho (Rua Nova Ponte, 22, bairro Salgado Filho).
20 de agosto – Centro Cultural Venda Nova (R. José Ferreira dos Santos, 184, bairro Comerciários).
27 de agosto – Centro Cultural Jardim Guanabara (Rua João Álvares Cabral, 277, bairro Jardim Guanabara).


Avatar

editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.