Em evento com 55 prefeitos do partido realizado nesta quinta-feira (02), o presidente do União Brasil em Minas Gerais, Delegado Marcelo Freitas, e o deputado federal Rodrigo de Castro (União), defenderam que a sigla indique o nome do também deputado federal Bilac Pinto (União) como vice na chapa do governador Romeu Zema (Novo).

“Eles citaram meu nome como uma indicação do União Brasil para o posto de vice na chapa do governador”, confirmou Bilac Pinto a O Tempo. Segundo relatos, os prefeitos aplaudiram a sugestão.

Bilac Pinto tem o desejo de ser o vice de Zema e reconhece que mantém conversas com o governador. Porém, após o encontro com os prefeitos, ele se reuniu com o pré-candidato do PSDB ao governo de Minas, Marcus Pestana, em Belo Horizonte. O presidente do União Brasil e pré-candidato a presidente da República, Luciano Bivar, também esteve presente.

A reunião ocorreu em um contexto de reaproximação no cenário nacional entre o União Brasil e o PSDB. “Estamos conversando. (Se houver uma aliança nacional) Vai ter repercussão em Minas”, disse Bilac Pinto.

Segundo Marcus Pestana, ele intermediou o agendamento de uma reunião entre Bivar e o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, na próxima semana para discutir uma possível aliança. “O Bivar pediu essa reunião para dialogar sobre possíveis convergências e as possibilidades de ter uma ação conjunta com o PSDB nacionalmente e também em Minas”, afirmou.

A ideia, a princípio, é que o União Brasil indique Bilac Pinto como vice na chapa do tucano enquanto o MDB fique com o direito a indicar o candidato ao Senado.

Além de Zema e Pestana, Bilac Pinto afirma que o União Brasil mantém conversas com o PSD, de Alexandre Kalil, e com o PL, de Carlos Viana, por intermédio do deputado federal Marcelo Álvaro Antônio (PL). Atualmente, o União Brasil é a sigla mais cobiçada em Minas.

“Primeiro porque tenho um bom trânsito entre os diferentes partidos e sou do diálogo, da convergência. Fui secretário de três governadores: Aécio, Anastasia e Zema. Além disso, temos tempo de televisão, uma estrutura grande e boas chapas de deputado federal e deputado estadual”, avalia Bilac.

Segundo ele, o União Brasil vai definir sua posição até meados deste mês em uma reunião da Executiva do partido em Minas Gerais.