O empresário e sócio majoritário da SAF do Cruzeiro, Pedro Lourenço, revelou que o clube tem mais cinco interessados para ocupar o lugar destinado a patrocínio master. O acordo atual vai até o fim do ano e ainda não avançaram para uma renovação.

O Cruzeiro tem negociações abertas para renovar com a Betfair, com uma oferta para ampliar os ganhos fixos e variáveis. Entretanto, ainda não se chegou um acordo. Pedro Lourenço informou que há outras casas de apostas interessadas.

Nosso comercial não vendia um patrocínio. Hoje a camisa tá cheia. Tenho várias propostas para patrocínio. A Betfair vai até o fim do ano e tenho mais cinco bets que querem patrocinar. Mas os querem patrocínio para gastar dinheiro. Não vamos antecipar nada. Se for adiantar, eu adianto e ganho os juros – disse o empresário à Rádio Bandeirantes.

Pedro Lourenço ainda criticou o mercado do futebol. Segundo ele, o melhor emprego do mundo é de intermediário no futebol.

– Eles criaram que não dou conta de acreditar. O empresário ganha para comprar e ganha o que está vendendo. O cara não investe nenhum tostão. Esse é o melhor negócio do mundo. Os caras falam de 8, 10%. Negativo. Não dá para entender. Aí quando você está contratando, aparecem 200 que ligam, que falam e pedem comissão, falam que o jogador é dele.

O empresário criticou ainda os altos salários no futebol. Inclusive, Pedro Lourenço revelou o salário de Gabriel Lima, CEO do clube e indicado por Ronaldo Fenômeno.

Eu trabalho na minha empresa e tenho a retirada de R$ 200 mil. Jogador quer ganhar R$ 2 milhões, eu estou meio embaralhado com esse negócio e para acostumar não é fácil não… O CEO do Ronaldo, aqui no Cruzeiro, ganha R$ 150 mil.

Ainda nas declarações, Lourenço disse que o clube ainda busca um zagueiro (confirmando a procura pelo zagueiro do Ceará, Jonathan Jesus, de 20 anos) e um jogador para o meio de campo, cujo nome mais tentado é Matheus Henrique, volante do Sassuolo, da Itália.

GE


Avatar

administrator