Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

Durante discurso em Belo Horizonte, nesta segunda-feira, 9, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pregou a unidade pela democracia.

Ele participou do lançamento da pré-candidatura de Reginaldo Lopes (PT-MG) ao Senado.

Separados, somos fracos. Mas, juntos, temos muito mais força para derrubar este governo. Esse presidente que não recebeu nenhum dirigente sindical, não recebeu governador de estado e nenhum prefeito – a não ser os asseclas. Ele não recebe nenhum movimento social.

Lula homenageou o PV, PSB, PSOL, Solidariedade e PCdoB, legendas vão apoiá-lo na corrida ao Palácio do Planalto .

“É a primeira vez que recebo apoio de todas as centrais sindicais e de todos os partidos de esquerda em Minas e no Brasil. Algo novo está acontecendo em nosso país”, afirmou.

De acordo com Lula, Bolsonaro não é um adversário qualquer. “Estamos enfrentando um adversário que representa a antidemocracia, o antiamor, a antipaz, a antieducação, o antidesenvolvimento. Estamos enfrentando alguém que representa a ignorância, a violência e o fascismo. Temos de jogar isso fora. O Brasil nasceu para a democracia, para o desenvolvimento. Tenho consciência de duas coisas: se a gente trabalhar direitinho, podemos ganhar, não é uma eleição fácil. (…) Precisamos ficar na rua para conversar com as pessoas”, apontou o ex-presidente.

Crédito da foto: FotoStudium/Vera Lima


Avatar

editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.