Informações de Contato

Belo Horizonte - MG

Atendimento

Os contratos futuros de minério de ferro subiram nesta quinta-feira nas bolsas de Dalian e Cingapura, se recuperando das perdas registradas mais cedo, com Pequim sugerindo mais apoio político para lidar com os desafios da Covid-19 na China, maior produtora de aço do mundo.

A taxa básica de juros dos empréstimos de referência da China pode ser reduzida na sexta-feira, conforme previsto por alguns bancos de investimento.

O contrato de minério de ferro mais negociado em setembro na bolsa de commodities de Dalian encerrou as negociações diurnas em alta de 0,2%, a 818 iuanes (US$ 120,92) a tonelada, depois de cair 4,8% no início da sessão.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato de junho mais ativo do ingrediente siderúrgico ganhou 0,9%, para US$ 126,35 dólares a tonelada, depois de cair 4,3% durante as negociações da manhã.

O primeiro-ministro Li Keqiang foi citado pela mídia estatal na quarta-feira dizendo que a China tem espaço político para lidar com os desafios, à medida que aumenta a pressão de baixa sobre a economia chinesa.

No entanto, outros insumos siderúrgicos negociados em Dalian e os preços do aço na Bolsa de Futuros de Xangai fecharam em queda, pois os traders permaneceram cautelosos.

A dura política de “zero-Covid” da China pode significar que os lockdowns continuarão conforme mais focos de Covid forem encontrados, o que também resultaria em mais interrupções nas operações e cadeias de suprimentos das siderúrgicas.

Alguns distritos de Pequim e Tianjin permaneceram fechados e outros podem ser isolados, escreveram analistas do ING em nota.

Tanto o vergalhão de Xangai quanto a bobina laminada a quente caíram 0,4%, mas o aço inoxidável subiu 0,2%.O carvão de coque de Dalian caiu 1,3% e o coque recuou 1,4%.


Avatar

editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.